Ligue!
19 3802.2020

ACE-Holambra completa 21 anos e anuncia: serviços evitaram R$ 1,9 milhão em inadimplência nas empresas

Instituição é a principal representante dos vários segmentos da economia local

Uma das entidades mais conhecidas do município, a Associação Comercial e Empresarial (ACE-Holambra) acaba de completar 21 anos. A instituição chega à marca com 235 associados e divulgando uma importante informação: nos primeiros sete meses de 2014, os serviços de proteção ao crédito evitaram mais de R$ 1,9 milhão em dívidas nas empresas.

De acordo com a ACE, isso foi possível porque os estabelecimentos associados utilizaram as consultas oferecidas pela instituição, que figuram entre os serviços mais procurados da entidade. “Ao consultar o cliente, pessoas física e jurídica, antes de fechar negócio a prazo ou com cheques, as empresas puderam evitar essa dívida milionária”, afirma o presidente da ACE, Alberto van den Broek. De janeiro a julho, a Associação Comercial realizou 7.790 consultas para que as empresas conhecessem a situação cadastral e de crédito dos seus clientes. As pesquisas mostraram que em 2.990 casos, o comprador estava inadimplente e poderia não pagar a conta novamente.

Considerando esse dado e o valor médio de cada dívida registrada em Holambra via SCPC – R$ 646,50 – o serviço evitou que as empresas fechassem mais de um milhão e novecentos mil reais em negócios com alto risco de inadimplência. “Em torno de 60% dos que não pagaram a conta têm dívidas de até R$ 500,00. Eles integram o grupo de pessoas físicas. Os demais têm dívidas abaixo desse valor ou muito acima”, explica a gerente da Associação Comercial, Suzi Celegatti.

Papel relevante

Na avaliação de Alberto van den Broek os números mostram a importância de uma entidade como a ACE. “No dia a dia, não nos damos conta do quanto uma associação comercial é relevante para a economia do município. Os dados comprovam o papel de apoio que ela tem junto às empresas”, observa.

Fundada em 1993, apenas dois anos após a emancipação político-administrativa de Holambra, a ACE surgiu com o nome de Aciah. Desde então, foi presidida por sete diretores, além de Alberto van den Broek. Foram eles: Pedro Ângelo, Enivaldo Lobo, Vânia Renzo, Geraldo de Bruin, Tony Hulshof, Oduvaldo da Silva Pinto e Almir André de Almeida, atualmente na vice-presidência. “Todos, assim como os demais diretores, conselheiros e funcionários, foram fundamentais para conduzir a Associação Comercial até aqui. Há 20 anos a entidade era um pequeno grupo de empresários e hoje somos mais de 230”, fala van den Broek.

 

Representante de diversos segmentos

No quadro de associados estão os diversos segmentos da economia local, sendo que 94 empresas pertencem ao comércio, 91 ao setor de serviços, 8 são indústrias e 42 produtores rurais.

Além de 16 tipos de consultas para analisar o cliente, a instituição dispõe de vários outros serviços, sendo a responsável, por exemplo, pela edição da Lista Telefônica de Holambra, publicação usada por todos os moradores da cidade. A ACE é promotora também das campanhas promocionais Amo Holambra, compro aqui, como Dia das Mães, Dia dos Pais e Natal.

Dentre os serviços, destacam-se ainda as capacitações – cursos, oficinas e palestras próprias ou em parceria com o Sebrae, os convênios médico e odontológico, o Serviço de Recuperação de Crédito (SRC), o ACE Card, o Clube de Descontos, a assessoria jurídica e a emissão de certificados digitais.

 






<< Voltar