Ligue!
19 3802.2020

Quase 40% dos beneficiados do FGTS vão pagar dívidas

Dentre os beneficiados, 21% ainda estão indecisos sobre uso do dinheiro: ACE aponta oportunidade para varejo melhorar vendas na Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados.

Quase 40% dos brasileiros que vão sacar dinheiro das contas inativas do FGTS vão usar o recurso para pagar dívidas, enquanto outros 27% vão investir, guardar ou aplicar o recurso. A informação vem de um levantamento feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) em todo o país.
Em Holambra, a Associação Comercial e Empresarial (ACE) tem feito a mesma recomendação aos consumidores desde o início do mês, quando os saques começaram na Caixa Econômica Federal.

65% devem até R$ 500
Segundo a Caixa Econômica Federal, a maioria dos trabalhadores (56%) vai receber até R$ 500,00 do FGTS. Esse aporte financeiro no orçamento será suficiente, por exemplo, para que muitos holambrenses quitem suas dívidas e saiam do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). De acordo com a Associação Comercial de Holambra, 65% dos inadimplentes da cidade, inscritos no SCPC em 2016, devem até R$ 500,00 nas empresas da cidade. As dívidas estão principalmente no varejo.
Dos trabalhadores que terão direito ao FGTS inativo, 24% vão receber entre R$ 500,00 e R$ 1500,00. Em Holambra, dos inadimplentes inscritos no SCPC no ano passado, cerca de 6% têm dívidas compatíveis com esse valor.

Outros investimentos
Além de pagar contas ou poupar, 10% dos consumidores que retirarão o FGTS pretendem reformar a casa, 3% viajar e 3% têm intenção de comprar alimentos e outros itens em supermercados, de acordo com o levantamento da ACSP.

Oportunidade para o varejo: 21% dos beneficiados podem consumir nas lojas
Embora a maior parte dos consumidores já tenha destino certo para o Fundo de Garantia, há uma parcela considerável que ainda não sabe como vai utilizar o dinheiro. É nesse público, que representa 21% dos trabalhadores com direito ao Fundo de Garantia, que o varejo deve investir.
A sugestão da ACE Holambra é para que as lojas realizem promoções, liquidações e divulguem tudo isso para atrair os 21% de indecisos.
Como o saque das contas inativas vai até julho, o FGTS pode contribuir para melhorar as vendas nas próximas datas comemorativas – Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados - além das férias escolares.






<< Voltar