Ligue!
19 3802.2020

Liberação de PIS/Pasep para idosos deve animar o varejo

A liberação de recursos do PIS/Pasep para idosos deve representar uma injeção relevante de recursos no comércio, na avaliação do secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcelo Maia.

O governo anunciou em agosto a liberação de R$ 15,9 bilhões em recursos do PIS/Pasep para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62 anos.

São recursos que foram depositados em nome dessas pessoas pelos seus empregadores, num programa que durou até 1988. Até agora, os recursos só podiam ser sacados quando o cotista completava 70 anos.

Maia comparou a liberação desses recursos ao efeito que já ocorreu após o saque de contas inativas do FGTS.

Varejistas reportaram que esses recursos ajudaram no crescimento de vendas no segundo trimestre, sobretudo em segmentos de eletroeletrônicos, além de terem permitido a quitação de dívidas, com abertura de oportunidade para maior concessão de crédito nos próximos trimestres.

 

8 MILHÕES DE PESSOAS SERÃO BENEFICIADAS

Os beneficiários que cumprirem os requisitos da MP receberão os recursos automaticamente em suas contas ou canais de atendimento da Caixa, no caso de PIS, e do Banco do Brasil, no caso de Pasep.

Se os dados cadastrais do cotista não possibilitarem o crédito imediato, ele poderá solicitar o saque nas agências desses bancos e o pagamento será feito em até cinco dias úteis.

O valor direcionado aos saques, pelo menos em um primeiro momento, ficará em torno de R$ 7,7 bilhões, abaixo dos R$ 16 bilhões estimados pelo governo federal ao anunciar a medida no mês passado.

O governo também estima em 8 milhões o número de pessoas a serem beneficiadas com a iniciativa.

 

 

 






<< Voltar