Ligue!
19 3802.2020

Copa: o que sua empresa tem feito para entrar em campo?

Bem trabalhada, Copa pode agregar vendas e benefícios a qualquer empresa

A pouco menos de 30 dias da abertura da Copa de 2018, como está sua empresa em relação ao campeonato mundial? Ainda dá tempo de pensar em estratégias que podem agregar mais vendas ou mais clientes para seu negócio, afirma a Associação Comercial e Empresarial (ACE Holambra).

Na última edição, quando os jogos foram realizados no Brasil, o evento gerou cerca de R$ 30 bilhões à economia brasileira, de acordo com a  estimativa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Durante esse período, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) calcula que o movimento nos bares cresceu em média 70% durante as partidas da seleção.

Mas não é apenas o setor de alimentação que canaliza a empolgação dos torcedores. Todos os setores do varejo e de serviços podem lucrar com vendas ou com ações para fidelizar antigos clientes ou conquistar novos.

 

CAMPANHAS E AÇÕES DE MARKETING QUE PODEM TE INSPIRAR:

Com base na sugestão de especialistas em marketing, a Associação Comercial preparou algumas ideias interessantes para que varejo e serviços possam entrar de cabeça e marcar uma goleada. Veja as dicas:

 

CADA GOL, UM DESCONTO!

Na Copa passada, a Lote 42, pequena editora de livros de São Paulo, chamou a atenção após a derrota histórica do Brasil para a Alemanha. A empresa prometeu dar 10% de desconto para cada gol que a seleção brasileira sofresse.  No final da partida, vendeu seus livros com 70% de desconto. Mais de uma centena de exemplares foram vendidos em menos de 15 minutos. Apesar de prejuízos com alguns títulos, a editora afirmou que valeu a pena como uma ação de marketing.

 

UMA TABELA PARA CADA CLIENTE

Mande um mimo para seus clientes (isso vale também para o setor de serviços). Envie uma tabela impressa ou virtual por Whats App com a programação dos jogos. Lembre-se de pôr seu logotipo e contatos na arte. Publique no Facebook e no Instagram.

 

CRIANDO UM ESQUEMA TÁTICO

A primeira etapa é definir o que a empresa irá fazer durante o período. Se no futebol é preciso armar um esquema tático para que um time marque gols, o mundo dos negócios requer um plano de ação definido.

Dois fatores são importantes: focar em um tema específico, que neste caso é a Copa do Mundo, e criar ações que são relevantes para o público-alvo.

Um bar, por exemplo, pode instalar projetores para transmitir as partidas e criar um cardápio temático. Uma loja de roupas pode produzir uma vitrine com tema de futebol e vender produtos nas cores verde e amarela.

“É fundamental diferenciar o evento dos dias convencionais”, afirma o Sebrae. “A ideia é valorizar e criar uma experiência original para que os consumidores entrem no clima da Copa”.

 

ARRUMAR O MEIO DE CAMPO

Depois de decidir qual será a ação, faça um planejamento financeiro e prepare o estoque. Nesta etapa, é preciso definir quais serão os custos e quais encomendas devem ser feitas previamente. Um restaurante que decidir fazer um prato especial, por exemplo, deve testar a receita, encomendar os ingredientes, precificar a nova opção e, claro, divulgar.

 

ORGANIZAR A TORCIDA

A divulgação das promoções ou ações deve ser feita tanto no mundo online como no físico, segundo recomendação dos consultores de marketing.

O próprio estabelecimento deve estar sinalizado com cartazes, displays de mesa ou faixas. A comunicação online pode ser feita por meio das redes sociais, Whats App e e-mail marketing. A ideia é atrair tanto os consumidores que já frequentam o estabelecimento, quanto os novos clientes.

 

TREINAR A EQUIPE

“A cereja do bolo é o treinamento dos funcionários”, diz a Associação Comercial. O ambiente é de festa e descontração, por isso os funcionários devem estar aptos a manter esse clima no atendimento.

Dica importante: mais compensador do que aumentar o faturamento, é uma estratégia de fidelização do cliente. Assim, ele volta sempre ou passa a ter um conceito positivo sobre sua empresa.

O Sebrae aconselha que os donos dos estabelecimentos usem a oportunidade para fidelizar novos clientes, recolhendo seus dados para futuras ações e promoções.

 

O JOGO CONTINUA

Nos dias de jogo do Brasil, traga os consumidores para sua empresa também depois do término da partida. Brasil jogou: tem desconto, preço diferenciado, brinde, parcelamento diferenciado... Divulgue muito nas redes sociais e Whats App. Do contrário, o cliente não fica sabendo da promoção.

 

JOGUE EM CASA

Em vez de liberar a sua empresa mais cedo, organize os jogos em seu escritório. A ideia é convidar 10 clientes, preferencialmente de setores diferentes entre si, para assistirem ao jogo na sua empresa. Peça para que cada convidado leve, por sua vez, cinco clientes. Explique que, assim, você conhece novos clientes e eles também têm a mesma oportunidade, conhecendo clientes de outros empresários.

Dessa maneira, o jogo pode se transformar em mais do que uma festa, transformando-se em networking.

VEJA TAMBÉM:

5 DICAS PARA FAZER PROMOÇÕES SEM PERDER DINHEIRO

https://dcomercio.com.br/categoria/gestao/5-dicas-para-fazer-promocoes-sem-perder-dinheiro

 






<< Voltar