Ligue!
19 3802.2020

Como montar uma loja virtual

Uma loja virtual é um site que permite a venda através da Internet. Esse tipo de loja surgiu em meados dos anos 90 e é a face visível de uma verdadeira revolução no comércio, também é conhecida como comércio eletrônico. Na loja virtual não tem presença física nem do comprador, nem do vendedor; pois a relação ocorre entre um comprador e um sistema hospedado em um computador localizado em qualquer lugar do planeta. O ambiente da loja virtual permite ao administrador da loja fazer o cálculo automático de fretes, cadastro dos produtos e preços, e facilita ao cliente realizar o pagamento da sua compra.

O conceito de loja virtual pode ser definido, de forma simplificada, como um site na Internet com um software de gerenciamento de pedidos onde as empresas expõem e vendem seus produtos. Os clientes acessam o site de qualquer lugar, escolhem os produtos para aquisição, pagam através do sistema de pagamento que a loja virtual oferece e recebem estes produtos no local designado pelo comprador no ato da compra.

A criação de uma loja virtual é um processo relativamente simples e pode ser realizado pelo próprio empresário, desde que este possua conhecimentos de informática. Empresas especializadas em plataformas oferecem roteiros em seus sites que permitem a implantação e utilização dos softwares para construção da loja, com baixo nível de complexidade. No entanto, o mais comum é que o empresário contrate técnicos que assumam o encargo de preparar todo o processo e colocar a loja no ar, munidos de todos os recursos necessários.

Deve-se tomar o máximo de cuidado para que o serviço de hospedagem da loja virtual tenha alta disponibilidade e segurança, para que o sistema permaneça estável e a possibilidade de ataque ao portal seja dificultado ao máximo.

A infra-estrutura de hospedagem oferece também o recurso de “backup” para que as informações estejam sempre disponíveis e salvas de ataques.

Na maioria dos casos, em se tratando de lojas virtuais de pequeno e médio porte, esses serviços fazem parte do pacote terceirizado e ficam a cargo do provedor de acesso contratado.

Os meios de pagamentos de uma loja virtual são os mesmos disponíveis para as lojas físicas, conforme descrito abaixo:

Este documento não substitui a elaboração de um plano de negócio. Para elaborá-lo procure o Sebrae.

FONTE: SEBRAE


 

VEJA MAIS SOBRE E-COMMERCE NO PORTAL SEBRAE:

Mercado do e-commerce

Loja virtual não requer localização física

Exigências legais e específicas do e-commerce

 


 

VEJA OS DEMAIS CONTEÚDOS DA SÉRIE E-COMMERCE, PUBLICADOS PELA ACE:

1) VENDER PELA INTERNET PROMOTE BONS NEGÓCIOS: E-COMMERCE DEVE CRESCER 9% EM 2016

2) O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE COMÉRCIO ELETRÔNICO

3) PLANEJAMENTO NO COMÉRCIO ELETRÔNICO GARANTE MELHORES VENDAS

4) COMÉRCIO ELETRÔNICO: 50 NICHOS NO BRASIL

 

 

 

Fonte: Sebrae

tags: e-commerce; loja virtual; vendas online






<< Voltar